Sinais de que você pode estar em um relacionamento abusivo

Sinais de que você pode estar em um relacionamento abusivo

Relacionamento abusivo é um relacionamento que pode ser tudo, menos saudável. Como o próprio nome indica, é um tipo de relação entre duas pessoas, nas quais uma delas tende a se comportar de maneira abusiva com relação a outra e, essa por sua vez, mesmo sofrendo pela forma como é tratada, acaba enfrentando uma dificuldade muito grande de sair desse relacionamento, aumentando cada vez mais seu sofrimento.

Relações desse tipo podem existir entre amigos, familiares, colegas de trabalho (entre outras dinâmicas de relacionamentos), mas esse texto focará somente em relacionamentos amorosos.

É importante, antes de mais nada, dizer que um relacionamento ruim não é, necessariamente, um relacionamento abusivo. Esse, para ser considerado como tal, precisa apresentar algumas características. Nesse sentido, alguns dos sinais de alerta que podem ser indícios de um relacionamento desse tipo:

– Seu parceiro tende a apresentar ciúmes excessivo e usa disso como justificativa para monitorar cada passo seu: tenta controlar suas redes sociais, saber onde (e com quem) você está a todo momento, de modo que você não se sente autorizado(a) a fazer nada sem que ele tenha conhecimento

– Diminui sua autoestima através de atitudes e comentários que fazem com que você se sinta humilhado(a) e desvalorizado(a). Tais comentários podem ser feitos, inclusive, em público e em forma de “brincadeiras”, mas que são essencialmente cruéis. Você passa a não mais confiar em si mesmo(a) e começa, portanto, a acreditar nessa “imagem” que esse parceiro construiu ao seu respeito

– Ameaças em forma de violência ou outros tipos de chantagem. Nesse caso seu parceiro pode tanto fazer uso de ameaças a fim de evitar que você não termine o relacionamento, como pode utilizar de chantagens emocionais, dando a entender que fará algo contra si mesmo (por exemplo: dar um fim a própria vida) caso você tente abandoná-lo. Paralisado(a) pelo medo, você acaba permanecendo nessa relação.

– Justifica seu comportamento abusivo com o uso de álcool/ outras drogas. A pessoa diz que estava bêbada (ou sob efeito de outra droga) a fim de justificar qualquer ato de violência física ou psicológica que tenha cometido contra você, porém se nega a buscar ajuda ou tratamento para o vício

– Ocorrem agressões físicas, que de início podem se apresentar como beliscões, segurar o braço da outra pessoa um pouco mais forte, esmurrar e lançar objetos pela casa até que se tornem cada vez mais graves

– O relacionamento é uma verdadeira montanha-russa de fases boas e ruins. Depois que qualquer um dos atos acima mencionados ocorre, seu parceiro mostra-se profundamente arrependido e implora pelo seu perdão. Acreditando que aquela será a última vez, você perdoa e a relação assume uma fase feliz e tranquila até que outro episódio semelhante (de brigas, chantagem, ciúmes excessivo, humilhações e violência física ou psicológica) ocorra novamente.

Se você se identificou com um ou mais desses sinais, procure ajuda imediatamente – seja de um profissional ou de uma pessoa da sua confiança (um amigo(a), alguém da família).

Normalmente, por culpa ou constrangimento, as pessoas que estão em relacionamentos abusivos tendem a se isolar e não compartilhar com ninguém o que está ocorrendo. Isso tende a se agravar ainda mais quando o parceiro apresenta para outras pessoas uma imagem que não condiz com quem ele realmente é entre quatro paredes. Mas você sabe a verdade! Volte a confiar em si mesmo(a), em suas próprias intuições e percepções.

Se você está sofrendo, adoecendo e se desgastando cada vez por outra pessoa, é porque existe algo profundamente errado nisso. Pode ser tudo – menos amor, menos uma relação que valha a pena investir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *