Relacionamento tóxico: quando a relação está destruindo sua autoestima

Relacionamento tóxico: quando a relação está destruindo sua autoestima

Relacionamento tóxico é um tipo de relacionamento que nos faz mais mal do que bem (nos traz mais angústia do que prazer) e, ainda assim, tem como principal característica a dificuldade de se sair dele. Muitas pessoas, mesmo desgastadas e adoecidas emocionalmente, podem permanecer em um relacionamento assim por toda uma vida.

Isso tem explicação no fato de que um relacionamento tóxico também apresenta aspectos positivos (mesmo que sejam poucos) e são, portanto, considerados como pontos que pesam na hora de tomar qualquer decisão relacionada a permanecer ou se distanciar de uma pessoa considerada tóxica.

É importante dizer que um relacionamento desse tipo pode ocorrer com qualquer pessoa que apresente comportamento abusivo com relação a outra: parceiro(a), pessoas da família ou do local de trabalho. Naturalmente, quanto maior for o convívio, maior será o prejuízo emocional acarretado por se relacionar diariamente com alguém que tenha falas e atitudes que depreciem o outro.

Algumas características na relação podem servir de sinal de alerta:

– A pessoa te trata de uma maneira que tende a te desvalorizar e humilhar o tempo todo

– Quando você mostra incômodo com tais ofensas, é considerada “exagerada” ou “louca” (o que te faz pensar que talvez ela tenha razão)

– Suas opiniões ou necessidades não são respeitadas

– Você, em alguns momentos, desconfia que está sendo manipulado(a), mas sua confiança em si mesmo já está tão baixa que não consegue mais levar adiante suas próprias intuições e percepções sobre os fatos

– A pessoa age, constantemente, de forma egoísta e, às vezes, agressiva

Um outro fato importante é que existem pessoas que apresentam tendência a buscar relacionamentos tóxicos. Não se trata de uma escolha consciente, mas sim do perfil psicológico que possuem. São pessoas que tendem a ter baixa autoestima, dificuldade de dizer não ou de reconhecer sua própria importância. Podem sentir medo de serem abandonadas ou rejeitadas e, desse modo, acabam sempre cedendo às vontades do outro.

Entretanto, existe solução para se libertar de relacionamentos tão insatisfatórios.

Uma forma de lidar com pessoas assim (agressivas, manipuladoras) é se afastar. Outras formas de lidar com a situação seria uma mudança interna de quem está sofrendo (ou configurando como vítima) nessa relação:

– Aprender a gostar mais de si mesmo (respeitar, valorizar quem se é)

– Saber o que se quer (não apenas agora, mas para a longo prazo)

– Gostar de quem gosta de você (e demonstra isso – não apenas por palavras – mas principalmente por atitudes).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *